Como escolher um aquecedor de ambientes para casa?

O inverno está chegando – tudo bem, ainda falta um pouquinho -, mas desde já muita gente está correndo atrás daqueles itens típicos da estação para se proteger do frio. No entanto, mais do que ter casacos e calçados fechados, é bem importante também deixar a casa confortável com o uso de um bom ar-condicionado quente/frio ou, especialmente aquecedor de ambientes, que representa uma opção mais prática e barata para deixar o ambiente bem quentinho.

Por que optar por um aquecedor de ambientes?

O aquecedor de ambientes, ao contrário do que se pensa, não é só um equipamento ideal para regiões onde o friozinho predomina. Por vezes, a gente precisa deixar o ambiente quentinho para o quarto da criança, por exemplo. E é aí que entra a grande funcionalidade do aparelho– deixar o espaço mais confortável e aconchegante.

Muitos optam pelo aquecedor de ambientes, pois ele, ao contrário de um ar-condicionado quente e frio, não precisa ser instalado por um profissional e o preço é muito mais acessível. Sem contar o design, que muitas vezes é portátil e facilmente guardado em qualquer lugar.

Funções básicas de um aquecedor de ambientes

Logicamente, a função básica de um aquecedor é aquecer, porém, dependendo do modelo escolhido, o eletrodoméstico por ter algumas funções ‘plus’ que otimizam e deixam o processo de aquecimento personalizado e que atende as suas necessidades, por exemplo:

Função Timer: programa o equipamento para funcionar de acordo com o tempo programado por você.

Função Oscilação: permite que o calor circule de maneira uniforme no espaço.

aquecedores-de-ambientes

Função Ventilação: é uma funcionalidade que permite que o aquecedor possa ser usado em dias mais quentes, tornando o modelo versátil e usado o ano todo.

Diferentes níveis de níveis de aquecimento: possibilidade de esquentar mais ou menos de acordo com as suas necessidades.

Atenção, há tipos diferentes de aquecedores

Dependendo do modelo escolhido, os aquecedores de ambientes podem funcionar de forma diferente. Dos portáteis simples aos modelos digitais com controle remoto, basicamente, segundo o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), existem quatro tipos de aquecedores elétricos.

Irradiador: o calor é irradiado para o ambiente por meio de tubos incandescentes protegidos por uma grade. É importante evitar que crianças e animais domésticos fiquem perto ou mesmo encostem no aparelho ligado, pois ele fica bem quente e pode causar acidentes.

comprar-aquecedor-de-ambientes

Óleo: dentro dele há resistências que aquecem o óleo dentro do equipamento e espalha o calor pelo material que o compõe: o ferro. Por isso, é muito importante manuseá-lo pela parte correta para evitar acidentes.

aquecedor-de-ambientes


Deixe sua casa preparada para o outono com as nossas inspirações!

post-montacasa-CTA

Splint: funciona parecidamente com um ar-condicionado, porém, só aquecem. Ele precisa ser fixado em uma parede para que o ar externo seja climatizado e trazido para o ambiente interno.

Gabinete: o calor é espalhado no ambiente por meio de um ventilador interno (termoventilador). Apesar de trabalhar da mesma forma que um irradiador, o gabinete não possui grade de proteção.

aquecedor-de-ambientes-dicas

Média de preços de aquecedores

O aquecedor de ambiente, independente do modelo, acaba sendo mais barato que um ar-condicionado. No mercado – e aqui no Montacasa – você encontra modelos de diferentes marcas e preços. Um aquecedor portátil pequeno e simples, por exemplo, você consegue encontrar por menos de R$ 100, 00; Já os modelos mais completos chegam a R$ 700,00.

aquecedores-montacasa

Aquecedores gastam energia?

De acordo com o Idec, usar um aquecedor requer bom senso, visto que, como qualquer outro equipamento elétrico, ele consumirá energia Para não levar um susto na hora de pagar a conta de luz, o órgão aconselha ficar atento aos hábitos, por exemplo: se você deixar um aquecedor ligado por oito horas, todo dia, durante duas semanas, o impacto na conta pode ficar entre R$ 50 e R$ 100. Também é bem importante se o aparelho possui selo Procel A de economia de energia.

aquecedor-de-ambientes-portatil

Então, atenção: percebeu que o ambiente já deu aquela esquentadinha que você queria? Desligue ou programe a função Timer (se houver). Não está no ambiente? Então não há necessidade de deixar o aparelho ligado, né?

Outras dicas: verifique se o tamanho do espaço é condizente com a potência do equipamento, do contrário, o aparelho vai demorar mais para aquecer o espaço, e, de quebra, ele precisará ficar por mais tempo ligado. E mais: quando o aquecedor de ambientes estiver ligado, verifique se porás e janelas estão fechadas, afinal, para aquecer o espaço, é preciso concentrar o calor em um único lugar.

Usando o aquecedor de ambientes com bom senso, vai ficar difícil ficar sem um equipamento deste em casa, não é mesmo?

Imagens: Olimpia Splendid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *