Cortinas na decoração: toque especial na sua casa

Se você desejar ter ambientes mais reservados na sua casa, as cortinas na decoração podem ser uma ótima alternativa. Conheça as características de alguns modelos.

Com as novas tecnologias, as residências agora podem ter aberturas mais amplas. Quer dizer que podemos contar com ambientes mais bem iluminados pela luz do sol no período do dia, além de ter uma linda vista do ambiente exterior e possível integração com o jardim. 

Mas, para ter quarto, sala, banheiro ou cozinha completa é necessário acrescentar um item à lista da casa: cortinas na decoração.

Cortinas na decoração
Projeto by Renata Basques

Qual o papel das cortinas na decoração de interiores?

Já sabemos, então, que um imóvel com muitas portas e grandes janelas apresenta inúmeras vantagens. Contudo, em certos momentos, seus moradores podem querer um ambiente com menos claridade e também com mais privacidade. 

E, neste caso, deve-se usar uma cortina na decoração para tentar atenuar a luz e bloquear a visão do exterior para o interior da residência; deste modo, proporcionando um ar mais harmonioso e suave aos cômodos.

Mas, obviamente, é possível conseguir muito mais com as cortinas  na decoração do que ter ambientes com sensação de aconchego. Com este acessório consegue-se também bloquear os sons externos. Também aumentar ou diminuir as dimensões aparentes de uma peça, corrigir desproporções arquitetônicas, acentuar a verticalidade de um ambiente, igualar alturas de janelas diferentes e criar uma ideia de movimento.

cortinas na decoração quarto
Projeto by Aquiles Nicolas Kílaris

O que diferencia os modelos de cortinas?

Por tudo que já foi dito, pode-se entender que as cortinas são artigos de muita importância para decorações residenciais. Mas, sabemos que dentro de uma casa pode haver muitos ambientes diferentes, onde são desenvolvidas as mais diversas atividades. E para cada um desses espaços pode ser pensado um modelo de abertura e também de fechamento mais adequado.

Quer dizer que, para atender áreas com características de design e funcionalidade tão variadas, é preciso se pensar em modelos diferentes de cortinas na decoração

No geral, um modelo comum pode apresentar só dois panos frisados – em tecido leve ou pesado -, servindo para filtrar ou mesmo vedar totalmente a luz e escurecer o ambiente. E outras já recebem também um bandô ou safena, alças, gravatas ou puxadores, forro e mais detalhes.

cortina na decoração quarto infantil
Projeto by Andrea Teixeira & Fernanda Negrelli

Dentre estes modelos, com abertura em sentido horizontal, há cortinas que correm em trilhos ou são sustentadas por varões, deslizando graças a argolas ou fivelas. 

Mas têm ainda as cortinas verticais, como a cortina rolô – que só funcionam com varas com ferragens próprias; e as cortinas de tecido com dobraduras ou em filetes – de metal, madeira, palha ou plástico –, em forma de persiana.

cortina na decoração quarto casal
Projeto by A.M Studio Arquitetura

Como escolher a cortina para sua casa?

Na hora de escolher uma cortina na decoração para um determinado ambiente de casa, é preciso estar atento a quatro aspectos. São eles: sistema de fechamento, materiais, cor ou estampa, e metragem da peça. 

Pelo que se vê já nas lojas, existem alguns modelos de cortinas prontas – e estes são os mais, atualmente, requisitados pelas pessoas. Todavia, você pensar, para a sua casa, em uma variedade diferente de confecção.

É possível ter uma cortina reta, como se fosse um painel. Também fazer uma cortina drapeada, ou seja, franzida; e essa cortina pode ir do topo da janela até o chão ou parar na altura de um balcão. 

Escolher entre estes tipos irá depender do modelo da própria janela. Janelas antigas que abrem para fora, por exemplo, podem ter a cortina partida em dois pedaços, ou seja, em dois panos na vertical.

Projeto by Renata Basques
Projeto by SP Estudio

Se a decoração da sua casa pede um modelo de cortina mais simples e esportivo, pode-se utilizar o modelo rolo, por exemplo. 

Casas com pé direito alto e janelas em arco combinam com cortinas presas diretamente sobre ripa ou em dois trilhos roldana em meia altura e formando desenhos diferentes. E setores de serviços, como banheiros, com vidraças abrindo para dentro, podem ganhar cortina brise-brise, fixada na própria janela.

Projeto by Luciane Cândido

Projeto by Renata Basques

Cenários de estética mais sofisticada podem combinar melhor com uma cortina de formato clássico, com muitas camadas – como a de fole ou com safena. Os tecidos floridos ficam perfeitos em decorações femininas e românticas. 

Já ambientes masculinos ficam melhores com cortinas em tecidos listrados ou xadrezes. Para os dois casos, podem-se utilizar tecidos lisos, sendo o xale ou o bandô preferencialmente em cor escura.

Projeto by Renata Popolo
Projeto by Renata Basques

Por fim, não poderíamos deixar de citar as cortinas artesanais. Elas são ótimas como solução de divisória. Podem ser feitas com barbante ou fio de seda e nós ou contas de madeira, vidro, plástico e bambu. 

O resultado deste trabalho são os desenhos mais variados. Geralmente, isto serve para adornar passagens, mas pode também ser usado na parede, como se fosse um quadro.

Já decidiu qual modelo de cortina na decoração vai usar? Inspire-se em nossas dicas e comece logo seu projeto!

Essas dicas de como cortinas e persianas contribuem na decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.