Um espaço, vários ambientes

A tendência de residências com ambientes open space veio pra ficar. Um mesmo ambiente comporta várias funções, como estúdios e salas de jantar e estar, por exemplo. Diante disso, surgem as dúvidas: o que pode ser feito e quais as opções existentes para delimitar espaços sem perder em área, ventilação, sensação de amplitude e luminosidade? 

Nas salas, as opções para delimitar os ambientes são variadas. “Na ausência de paredes, pode-se usar tapetes, bancos, iluminação, gesso no teto, estantes, sofás e aparadores. Os bancos delimitam e integram, assim como o aparador nas costas do sofá, que ainda serve para duas funções: receber objetos de decoração e também de apoio ao jantar para receber os amigos. Já o sofá, se utilizado sozinho, somente separa. Cachepôs estreitos e compridos com plantas e iluminação embutida também são úteis nesses casos”, afirma a designer de interiores Caroline Coraiola.

Mesmo quando a proposta é de união dos espaços, é preciso demarcá-los. Para isso, a iluminação é fundamental. "Enquanto no estar com televisão a luz precisa ser suave e difusa, no espaço de jantar a iluminação deve focar a mesa com um lustre ou pendente”, explica. Tapetes também são de grande valia para setorizar ambientes, com a vantagem de não limitarem a circulação.

Quando a cozinha é integrada à sala, a designer indica a utilização de pisos diferentes para cada ambiente. “Um balcão passa pratos também separa, da mesma maneira que une, pois ele serve para os amigos se apoiarem enquanto o chef da vez cozinha. Luminárias pendentes sobre o balcão ajudam na setorização e garantem charme extra à decoração. Uma grande porta de correr é interessante, pois permite que a cozinha seja escondida ou mostrada, quando desejar”, acrescenta.

No caso de estúdios, que integram todos os ambientes, com exceção do banheiro, a dica é apostar em estantes, painéis e biombos. “Estantes vazadas são as melhores opções, pois funcionam tanto para o quarto quanto para a sala, economizando espaço com funcionalidade e garantindo a privacidade do ambiente íntimo. Uma versão com rack giratório acoplado oferece acesso à televisão nas duas áreas. Painéis e biombos, por sua vez, separam de forma parcial”, esclarece.

Independente do tamanho do ambiente, manter o mesmo estilo de decoração em toda a área garante equilíbrio. “O ideal é apostar em recursos que decoram, separam e ao mesmo tempo integram, sem desperdiçar espaço, permitindo a entrada de luz e ventilação e atuando com funcionalidade”, finaliza. 

Fotos: Virgínia Vargas e Houzz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.